Nossos Princípios

Conteúdo postado 11/02/2021 visitado 174 vezes.

Os princípios constituem fundamentos, dão aporte à ação e orientam os integrantes das comunidades educativas das instituições de ensino da Rede de educação franciscana. De acordo com o pensamento franciscano, a ação educativa pauta-se nos seguintes princípios:

Paz

A filosofia e a espiritualidade franciscanas são plenas de ensinamentos e de vivência da paz, que é intrínseca à pessoa humana. No entanto, paz não significa ausência de preocupação e de inquietude. A vida em sociedade é permeada de tensão, conflito e violência. A paz, radicada na experiência e na harmonia da pessoa consigo mesma, vitaliza o autocontrole, o entendimento e a convivência com o semelhante.


Verdade

A educação da sociedade inicia com a educação de cada pessoa cujo compromisso com a verdade é um princípio que flui da própria consciência, pois a pessoa não pode mentir a si mesma. A verdade deve ser buscada em prol da dignidade humana, por livre decisão, uma vez que corresponde à consciência. Cada um tem o direito e o dever de procurar a verdade de modo a firmar juízos de consciência retos e verdadeiros.


Justiça

A elevação cultural e moral de cada pessoa é o ponto que sustenta a moralidade do coletivo humano. A moral, entendida como um bem da sociedade, é condição para a justiça e, sem sombra de dúvida, simboliza a excelência moral, a conduta ética e a prática do bem.


Ética

A ética é uma disposição coerente da razão com o discernimento e a conduta. Instrui-se na reflexão em que o pensamento, a palavra e a ação se fazem e se refazem continuamente. Nessa perspectiva, uma das funções do processo educativo é contribuir para que a pessoa desenvolva a própria vontade e oriente seus valores nos limites da convivência e do bem.


Solidariedade

A solidariedade, instalada na natureza humana, induz, pelo vínculo entre intuição e razão, ao espírito de responsabilidade pelas causas humanitárias e ao cuidado com o destino universal dos bens da natureza. Apresenta-se como uma possibilidade a ser construída em cooperação, em que uns aprendem com os outros, priorizam ideias comuns, agregam pessoas na busca por soluções a problemas, podendo transformar uma realidade.


Visão sistêmica da vida

A visão sistêmica da vida abrange a sensibilidade para perceber a natureza em seu movimento de gerar e manter a vida. Compreende o conhecimento popular e científico sobre a organização e o sustento da vida por ecossistemas interconectados, por meio dos quais se nutre, protege-se e se renova.